Transtorno Bipolar

Atualizado: 11 de jul.

O que é? Qual a causa? Como é o diagnóstico? Quais os sintomas? Qual o tratamento?





O que é?


É uma doença que se caracteriza por alterações do humor que se manifestam como episódios de depressão alternando-se com episódios de euforia (denominado mania). O transtorno bipolar é diferente das mudanças que ocorrem em pessoas que são chamadas “de lua”, ou seja, pessoas que passam uma manhã triste ou irritada e mais tarde estão bem. Tanto os episódios depressivos, quanto os de mania duram semanas ou meses e representam uma mudança importante no funcionamento da pessoa. É comum no episódio de mania, que a pessoa se sinta mais poderosa, tenha mais energia, necessite de menos horas de sono, fale exageradamente, perca o senso crítico, passe a falar besteiras, tenha comportamento extravagante, desinibido e impulsivo, como comprar demais, consumir álcool e drogas ou ficar hipersexualizada.


Qual a causa?


Fatores genéticos estão fortemente ligados ao transtorno bipolar. Histórico familiar é o fator de risco mais fortes e consistente. Porém a causa não é apenas biológica, fatores sociais e psicológicos também contribuem na doença.


Como é feito o diagnóstico?


O diagnóstico de transtorno bipolar é feito através da entrevista psiquiátrica, não necessitando de nenhum exame laboratorial ou de imagem para o diagnóstico. Geralmente a doença surge com um episódio depressivo e antes dos 25 anos, porém o diagnóstico só é efeito quando há um episódio de mania. Pela semelhança com outros transtornos mentais, muitas vezes este diagnóstico é demorado, podendo levar anos para se fechar o diagnóstico.


Quais são os sintomas?


Na depressão:


Tristeza na maior parte do tempo e dos dias.

Perda de interesses e prazeres.

Perda ou ganho significativo de peso.

Insônia ou sonolência excessiva.

Agitação ou lentificação motora.

Fadiga ou perda de energia.

Sentimentos de inutilidade, culpa ou desesperança.

Diminuição da produtividade, desconcentração, indecisão.

Pensamentos de morte e suicídio.


Na mania:


Autoestima elevada e ideias de grandeza.

Redução na necessidade do sono.

Aumento na fala e pressão para continuar falando.

Pensamentos acelerados.

Desconcentração.

Agitação ou agressividade

Impulsividade por compras, sexo ou drogas.

Alucinações auditivas

Discurso incoerente


Qual é o tratamento?


O objetivo do tratamento é melhorar o episódio de mania ou depressivo, estabilizando o paciente em um estado de humor normal e prevenindo novas recaídas. O tratamento inclui medicamentos como os estabilizadores de humor e antipsicóticos, além de psicoterapia e mudanças no estilo de vida para hábitos mais saudáveis.


Caso você ou alguém próximo se identifique com esses sintomas, marque uma consulta no link abaixo.





* Segue o vídeo abaixo aonde falo sobre o Transtorno Bipolar.





17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Insônia